Transformação digital tem como base tecnologia ou pessoas?

Estamos em um momento decisivo na economia global. Grandes empresas enfrentam desafios para se manterem no jogo - vemos isso quando as notícias apresentam recentes cortes de funcionários, por exemplo.


Por que algumas empresas são afetadas e outras não?


O motivo para muitos desses problemas é o modelo de gestão. O modelo de gestão perpassa por vários níveis, desde a escolha dos colaboradores, a definição do modelo de negócios a ser adotado pela empresa até a estrutura a ser utilizada para realizar as atividades da empresa.


Apesar de se tratar de uma escolha, às vezes ela já foi realizada há muito tempo, pois existem diversas organizações centenárias que estão praticando um mesmo modelo de negócios há anos. Para estas empresas é extremamente difícil mudar pois a sua cultura já está arraigada e qualquer mudança parece ser um esforço impossível. A essa dificuldade damos o nome de inércia estrutural - a empresa sabe que precisa mudar, mas é muito difícil mudar na velocidade que o tempo atual demanda.


Empresas são feitas de pessoas

Ao mesmo tempo, as empresas não são uma entidade autônoma e independente como pretendiam os advogados que inventaram a personalidade jurídica para conferir determinada independência dessas empresas dos humanos que a comandavam. Afinal, as empresas ainda são feitas de pessoas, por mais que estejamos inovando.


Isso significaria dizer que a empresa é incapaz de mudar. Mas não é isso. O que ocorre é que as pessoas que trabalham lá é que tem dificuldade de alterar a forma de pensar para que a empresa se adapte a essa nova realidade.


Essa nova realidade é a de transformação digital. Uma época de ambiguidades e indefinições por conta do momento em que nos encontramos - uma transição entre o pensamento analógico e o digital. Não entendemos as implicações que algumas de nossas ações tem em um contexto digital - exemplos são as repercussões de diversos casos de nudes vazados na internet, vazamento de dados de empresas que trabalham exatamente com isso, empresas de tecnologia cometendo erros óbvios ao utilizar de forma errônea algoritmos de inteligência artificial.


O ponto é que as pessoas estão sendo inseridas em um contexto digital sem o preparo adequado. Afinal, a maioria das pessoas que estão no mercado de trabalho ou que formam a população economicamente ativa hoje foram educadas sob uma lógica analógica.


Exceções à regra


Logicamente, algumas pessoas fogem à regra e conseguem sair do pensamento comum ao criar inovações que resultaram exatamente nessa digitalização. No entanto, trata-se de uma exceção. Não é todo mundo que tem essa facilidade de adaptação ou entende como funciona esse movimento.


Ainda que você utilize bem ferramentas digitais, muitas vezes não entende o contexto geral em que aquela ferramenta se insere, os seus impactos, recursos, como resolver determinados problemas ou criar novas soluções. Isso porque você ainda não pensa de forma digital e, portanto, não consegue usufruir plenamente das oportunidades que o mundo digital oferece.


É por isso que os salários dos programadores é cada vez maior - poucas pessoas de fato conseguem dominar a área digital (ou seja, existe uma escassez de recursos) em relação ao total de pessoas disponíveis no mercado, enquanto esta é uma das áreas que mais está crescendo.


Justamente por isso é importante que qualquer pessoa passe a dominar minimamente os conceitos digitais. É por isso que criamos o curso de lógica de programação. Em um ambiente cada vez mais digital, é importante que as pessoas entendam a base do que é o digital. A linguagem de programação, que rege a criação dos sistemas digitais, é exatamente esta base.


Vamos à base: lógica de programação


Ao entender a lógica de programação uma pessoa é capaz de identificar problemas que antes não conhecia; consegue contratar programadores e conversar com eles entendendo exatamente o que eles estão falando para evitar ser enrolado; passa a fazer os pedidos e comentários corretos a respeito de demandas no mundo digital; basicamente passa a pensar de forma digital.


Por essa razão surgiu o nosso o curso de lógica de programação: para que você entenda como funcionam as organizações digitais, os programas que você usa e os impactos que decorrem deles. Caso você opte por explorar a fundo a habilidade de programar, você já terá a base para aprender a linguagem que desejar aprender.


Durante o curso você aprende a programar um chatbot e automatizar documentos, o que já torna o curso altamente prático. Assim você já tem aplicação imediata dos programas que você vai aprender a fazer. E é por meio desses programas que você vai entender a lógica de programação.


Se interessou e quer fazer o curso? Entre em bitsacademy.com.br


Temos a opção de financiamento do curso também, o que faz com que você possa pagar parcelas mensais a um preço inferior a R$ 100.


Fale conosco em contato@bitsacademy.com.br para entender as condições do financiamento.

2 visualizações

©2020 por BITS Academy

Escola e Consultoria de Inovação e Transformação Digital

Rua Fidêncio Ramos, 101, Vila Olímpia, São Paulo/SP

  • LinkedIn - círculo cinza
  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo